Oito focos do Aedes aegypti são identificados nas primeiras semanas de 2023
17/01/2023 21:03 em Geral

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUSA), através da Vigilância em Saúde, registrou, nas primeiras duas semanas do ano, oito focos do Aedes aegypti em Imbituba. Do total, 02 foram identificados na Barra de Ibiraquera, 02 no Portinho da Vila, 01 em Roça Grande, 02 no bairro Alto Arroio e 01 em Nova Brasília. 

Até o momento, um paciente está sob investigação para a dengue. A pessoa mora em Joinville e passa férias em Imbituba. Ela apresentou febre, dor no corpo e dores de cabeça, os sintomas clássicos da doença, e procurou o atendimento do Hospital São Camilo. A instituição acionou a Vigilância Epidemiológica e realizou a coleta do exame. O resultado ainda não foi divulgado. 

A dengue é uma doença infecciosa causada por arbovírus. A transmissão se dá pela picada do mosquito fêmea do Aedes aegypti infectado pelo vírus (ele se infecta picando pessoas doentes). Vale ressaltar que não há transmissão pelo contato com o doente, seja pelas secreções, água ou alimento. 

No ano passado, A Prefeitura de Imbituba lançou a campanha “Fazendo a nossa parte, SOMOS IMBATÍVEIS contra o mosquito da dengue”. A intenção é lembrar aos moradores sobre os riscos de se manter os terrenos sujos, cheios de mato e com materiais que possam acumular água. 

A água parada em pneus, vaso de planta, lata ou outro recipiente contribui para a propagação das larvas do mosquito da dengue. 

COMENTÁRIOS